Alvinegro Futebol Clube

Proximo Jogo



Causos

MARCELINO E SEU LIVRO DE AQUECIMENTO - 27/03/2012

Já jogávamos no campo do Força e Luz, aquele do famoso pavilhão que o Grêmio deu em troca do zagueiro Airton. Era um daqueles sábados gostosos de se jogar bola, e lá estávamos nós reunidos para tal. O pessoal foi chegando aos poucos, como era o normal, ou seja, nunca conseguimos iniciar um jogo sequer no horário. Mas, vamos ao que interessa. O adversário com certeza não me lembro, mas já estávamos fardados na lateral do campo, ouvindo a preleção do treinador, escalação do time, táticas, algumas cornetas, ninguém conseguia ficar parado. Atletas iam chegando, indo se fardar, essas coisas do futebol. Eis que chega o Marcelino, fardado com a famosa camisa nº 2 e se senta ao longo da lateral com um livrinho na mão. Como era regra – quem chegava mais tarde ficava no Banco, e o Marcelino sempre chega atrasado. observamos que ele abriu o tal livro e começa a ler. O jogo inicia e ele começa a fazer flexões, alongamentos e outros exercícios, típicos de alongamento/ aquecimento.Detalhe: fazia isso sentado. E o jogo correndo. Nisso, substituição no nosso time. Quem entra: Marcelino, devidamente aquecido, preparado para correr o restante do jogo. No primeiro lance que ele participa, sente uma dor na perna e pede para sair. Felizmente nada grave. Nunca mais vimos o Marcelino fazer qualquer tipo de aquecimento antes dos jogos.

Atuações do Zé Rangel - 27/03/2011

** Atuações do Zé Rangel ** * Por Rogério Os jogos do Alvinegro com o 23 de Setembro, começaram logo após a fundação, bem no início do time. O 23 de Setembro jogava no antigo campo do DEPHREC, que era a época o campo do Departamento Estadual de Portos Hidrovias e Canais do Estado do Rio Grande do Sul, ou popularmente chamado de campo dos portuários e que ficava a beira da Free-Way, entre a margem do Rio Gravataí e a autoestrada, logo após a curva que faz quem vem do entroncamento de Canoas no sentido do litoral para a capital, e hoje é ocupado por uma vila e o acesso as empresas de comercialização de areia e concreto. Sempre recebidos com cordialidade pelo seu Airton e pessoal do 23 de Setembro, tivemos jogos memoráveis entre as equipes, destacando-se os duelos travados entre o canhoto camisa 10 do 23, e este que voz narra os fatos e goleiro do Alvinegro na época, a ponto de haver disputa pessoal dos dois sobre que sucumbiria nas cobranças de falta nas proximidades da área alvinegrense, até porque a bola invariavelmente tomava sempre o caminho de um dos ângulos quando da cobrança do habilidoso camisa 10 do 23, cabendo ao goleiro a difícil missão de antever qual deles seria. Um fato pitoresco da história do Alvinegro, é que foi antes de um jogo contra o 23 de Setembro, no momento que os atletas aguardavam para fardarem-se e ir a campo que foi cunhada uma das frases mais famosas sobre o então lateral do time, o Sr. José Rangel ou vulgo Zé. Um dos integrantes do time na época comentou sobre as habilidades futebolísticas do citado ( Zé Rangel ), que invariavelmente tinha grandes atuações nos sábados, justamente quando abdicava de sair na noite de Porto Alegre nas sextas-feiras. Imediatamente um gaiato interveio, e lembrou que o Zé sempre saia nas sextas-feiras, dando a entender que ele não jogava nada, o que gerou gargalhada geral do grupo e determinou a entrada do dito para o folclore do clube. * Rogério: Um dos fundadores e atleta do ALVINEGRO FC

Diretoria

>>

Clique para acessar.

Fardamento


Clique para acessar.

Nosso Elenco

>>

Clique para acessar.